Não recebi meu PIS: Saiba o que fazer!

O PIS é um benefício do trabalhador da rede privada que preenche os requisitos necessários. Quando está de acordo com o recebimento do PIS, o mesmo pode sacar o valor do abono salarial. Caso você não tenha recebido o seu benefício, confira o texto a seguir e saiba o que você deve fazer.

O que é o PIS?

O Programa de Integração Social (PIS) é um benefício do trabalhador que exerce seu cargo através da CLT. Desta forma, o funcionário fica protegido por diversos benefícios.

Um destes benefícios é o abono salarial, um valor que pode chegar a até um salário mínimo vigente. Este pagamento é proporcional aos dias de serviço prestados a empresa.

Para o servidor da rede pública, o recurso que proporciona o pagamento do abono salarial é o PASEP. Mesmo possuindo objetivo similar, os serviços são distintos. Quem recebe pela rede privada, precisa ficar atento ao calendário PIS 2019.

Quem tem direito a receber?

Nem todos os trabalhadores dispõem da possibilidade de recebimento desse beneficio. Para isto, é necessário antes saber quem tem direito ao PIS 2019. São eles:

  • Receber até dois salários mínimos;
  • Ter exercido alguma função por intermédio da CLT por cerca de trinta dias, corridos ou não;
  • Ter seus dados devidamente informados pelo seu empregador para a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS);
  • Ter registro no PIS por, pelo menos, cinco anos.

Se você acha que está dentro das exigências do PIS, mas mesmo assim não identificou o depósito do abono salarial, entenda o que pode ter acontecido a seguir:

Não recebi o PIS, e agora?

Como você pôde conferir, o saque do abono não fica disponível para todo mundo. Por isso, o primeiro passo caso você não tenha recebido o seu benefício, é realizar a consulta PIS a fim de garantir que você está de acordo com os requisitos do saque.

Existem algumas razões pelas quais você pode ter ficado de fora do saque do PIS. A primeira delas pode ser erro o não atualização dos seus dados para com a Relação Anual de Informações Sociais. Esta situação é muito comum e para solucioná-la, você deve consultar o seu RAIS. Caso haja irregularidade, o seu empregador deve enviar uma RAIS retificadora para liberar o seu saque.

Uma outro ocorrência é o 13° salário. Muita gente acaba incluindo o valor no cálculo de pagamento do PIS. O décimo não deve ser incluso como remuneração mensal. Você pode esclarecer a situação se dirigindo com documento para uma Caixa Econômica Federal.